Portugal

I’m back! Minha história até aqui – Parte 7

Para ler toda a história, clique aqui!

Desde que nos conhecemos, ela dizia que queria morar em Londres, na Inglaterra. Tinha lá uma grande amiga e queria ter uma experiência fora do país, queria saber como seria viver em um lugar com língua e cultura diferentes. Eu já sabia como era e sabia que, apesar de muito difícil, era maravilhoso viver essa imersão cultural. Um dia, ela propôs e eu topei. Juntamos nossas coisinhas e, em poucos meses, estávamos embarcamos numa nova aventura juntas.

Viemos para Londres com pouco dinheiro e muitos sonhos. Tínhamos pouco tempo para resolver muitas coisas: arrumar emprego, alugar uma casa e trazer o Afonso (que havia ficado na casa das minhas amigas no Porto). Chegamos numa sexta-feira, na segunda-feira estávamos assinando um contrato de trabalho e na terça-feira começamos. Foi engraçado, aos 32 anos, com mestrado, livro publicado, experiência em 4 países diferentes e falando 3 idiomas, me vi aprendendo a fazer casquinhas no McDonalds. Eu chorava todos os dias, mas tínhamos um propósito e nunca desistimos.

mc
McDonalds City Road – 14/02/18

Em poucas semanas nos estabilizamos e buscamos o Afonso. Foram tempos difíceis, trabalhávamos entre 13 e 15 horas por dia, comíamos mal, dormíamos pouco, mas tínhamos uma a outra. Completamos um ano convivendo 24 horas por dia. Morávamos juntas, trabalhávamos juntas, fazíamos tudo juntas. Depois de 8 meses trabalhando no McDonalds, nossa vida já estava organizada e pudemos, finalmente, alçar voos maiores.

97278561_944730672613776_1720152732968419328_n
pausa com a equipe

Mudamos de trabalho, fomos para uma casa maior, mudei novamente (e novamente) de trabalho e fomos para um bairro melhor…  Hoje conversamos com saudosismo sobre aqueles tempos do McDonalds. Era difícil, mas fizemos grandes amigos lá e até hoje sentimos falta de estarmos juntas no trabalho. Eu não descansei até encontrar um trabalho que me fizesse feliz. Aqui em Londres, eu me reencontrei profissionalmente. Atualmente trabalho em uma empresa incrível, administrando um edifício empresarial, amo o que faço e sou muito boa nisso.

E o blog, bem… O blog sobreviveu. Mas, precisou que o mundo parasse em uma pandemia para que esse projeto (mais do que especial) conseguisse voltar à vida.

Mas está aqui, vivo.

Assim como eu e você.

Fique em casa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s